Oposição e Centrão estão unidos pela ‘CPMI das fake news’

0
0

A Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) para investigar fake news na política será formalmente oficializada na próxima semana.

O requerimento de criação da “CPMI das fake news” será lido pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), durante a sessão do Congresso da próxima quarta-feira.

O pedido para formalização da comissão obteve 276 assinaturas de deputados e 48 de senadores, um número bem acima do mínimo exigido.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), disse ao site UOL que Alcolumbre lhe garantiu que os trabalhos da CPMI começam em agosto, logo após o recesso parlamentar de julho.

Costa fala abertamente que a comissão tem como alvos o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, e os apoiadores do chefe do Executivo.

Os líderes do Centrão, no entanto, não assumem publicamente que o governo Bolsonaro é o alvo, mas já deixaram claro que a CPMI avançou depois que aumentaram as críticas nas redes sociais a Alcolumbre e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS