Trump pede para Merkel ser mais dura contra condutas do Irã

0
0

As tensões recentes no Golfo Pérsico e ações do Irã no Oriente Médio dominaram o diálogo entre Trump e Merkel.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu à chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para que seja mais contundente em relação ao que definiu como “perigosa conduta do Irã“.

O pedido foi feito, nesta sexta-feira (28), durante uma reunião bilateral às margens da cúpula do G20, em Osaka, no Japão.

Trump e Merkel “discutiram formas de conter a proliferação de armas nucleares e as ameaças apresentadas pela Coreia do Norte e Irã”, afirmou a Casa Branca no Twitter depois do encontro.

“O presidente pediu à chanceler Merkel para se unir aos Estados Unidos [em sua estratégia] para manter o Irã sob uma pressão global máxima”, acrescentou.

Alemanha é uma das cinco potências que permanecem junto com o Irã no pacto de 2015 e tentou convencer o regime islâmico a se manter no acordo, apesar da reimposição das sanções que os Estados Unidos tinham suspendido desde que o assinou.

Em maio, o regime iraniano anunciou que o país suspenderia a aplicação de alguns dos seus compromissos nucleares e deu um ultimato à Europa para garantir seus interesses se não quiser que ele aumente os limites ao enriquecimento de urânio, informa a agência EFE.

CURTA O CONSERVADORISMO DO BRASIL NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS